O sono, o desespero, o tiro e o textão

nemly_e_nemlerey_copy_copy1

São quase duas da tarde, volto ao trabalho daqui a pouco e não consegui tirar a minha soneca de intervalo. Estou desesperado!

Mas calma, isso não é algo ruim: o desespero é algo que me motiva. É como se eu recebesse um tiro (eu nunca recebi um e nem quero) de todas as minhas ideias, me clamando pra que eu acerte o alvo da minha vida.

Ok, não é nada demais, só um dramalhãozinho básico de um típico redator noveleiro recém-chegado aos 25 anos e saído da casa de seus pais. Pera aí, tô com 25 anos. VINTE. E. CINCO. A idade da crise existencial!

O meu desespero nada mais é que o resultado da minha amargura em não conseguir colocar muitas das coisas que eu penso pra frente (como manter o blog atualizado e iniciar outro que vou contar logo mais). A diferença é que nesse aqui eu falo muita merda e no outro não. Tô cansado de ver ideias minhas que poderiam me dar uma puta visibilidade descendo pelo ralo. E por isso meti logo esse textão. Foda-se o seu meme do NemLy e NemLerey, aqui o negócio é texto quilométrico, é artigão da porra com mais de duas mil palavras pra gerar mais tráfego. Brincando, mas de qualquer maneira eu ficaria muito feliz se você parasse uma vez na semana para ler os meus textões, afinal, eles terão ponto final. Juro.

Mas vamos lá: e por que De Tiro Ao Álvaro? Ué, porque eu ouvi a Elis Regina cantando essa música uma vez e jurei fazer essa alusão um dia. Agora deu a porra!!! Sim, eu sei que quem escreveu foi o Adoniram Barbosa, mas além de ser uma singela homenagem aos dois, é também uma forma de recordar quando meu professor da crisma fazia a piada infame de apontar o dedo pra mim sempre que cantarolava a parte do “Tábua, de tiro ao Álvaro…”. Enfim, que Deus perdoe essas pessoas ruins, mas foram eles que me tornaram assim.

E para fazer jus à música, resolvi dar o nome dela a este Blog. Desse jeitinho mesmo. Sem firula ou um trocadilho melhor. Aqui vai ser tiro, porrada e bomba… e Álvaro. Euzinho mesmo. Tinha que fazer toda essa explicaçãozinha para deixar isso bem claro e esse post atrativo.

Eu sei que às vezes eu sou chato, militante e que é meio difícil lidar comigo, mas depois de tantos intervalos mal dormidos e de tantas alusões mal formuladas, acredite, acho que consegui (finalmente) acertar o alvo. Dá uma chance ao meu textão!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s